SHARE
A REVISTA DO GRUPO ATLAS COPCO
AO SEU DISPOR
O especialista em serviços Tomasz Bugaj sabe como manter os negócios e a sociedade...
A LOCAÇÃO SOLUÇÃO
Nossas soluções flexíveis executarão o trabalho em todas as condições.
RASPAGEM para segurança
Saiba por que este centro de educação sul-coreano mudou para o fornecimento de nitrogênio no local
Claramente superior
A escolha das soluções de vácuo mais eficientes fará toda a diferença.
Água limpa MUDA VIDAS
Nossa iniciativa Água para Todos apoia comunidades com acesso limitado...
Editorial
Uma palavra do presidente e CEO Mats Rahmström.
Possibilitando A MUDANÇA
As soluções de montagem industrial estão no centro da revolução do carro elétrico.
"ERGONOMIA É FUNDAMENTAL"
A engenheira de ergonomia Ava Mazaheri discute as exposições de força e o excelente design de produto.
Especialistas no campo
Revendedores locais e fornecedores de serviços garantem que todos os clientes tenham suporte no local
Portal para o CRESCIMENTO
Uma visita à China, a segunda maior economia do mundo.
"O DESENVOLVIMENTO CONJUNTO É O MELHOR CAMINHO A SEGUIR"
A Atlas Copco faz parte do Ecossistema criado para expandir as fronteiras científicas.
Mantendo seco
Um processo de desenvolvimento de 10 anos resultou em uma inovação que muda tudo.
FAZENDO A DIFERENÇA
A sociedade moderna depende de ideias industriais que ganham forma com nossas ferramentas.
FAZENDO A CONEXÃO
A gerente de logística Katey Kim oferece suporte aos fabricantes mundiais de semicondutores.
SEM DESPERDÍCIO BAIXAS EMISSÕES
E se as máquinas industriais adaptassem seu uso de energia à necessidade de produção?
VISÃO PERFEITA
A produção totalmente autônoma não é mais uma ilusão. Graças a sensores óticos extremamente precisos.
Energizado e pronto para trabalhar
Tornar-se elétrico é um passo importante em direção a um futuro neutro em carbono.
ESPECIALMENTE DISEÑADO PARA RENDIR
Uma inovação desenvolvida especificamente para a indústria de GNL em expansão.
Receita para o sucesso
Explore alguns dos principais ingredientes necessários para permanecer um líder em tecnologia
Definindo O TOM
Você sabia que até o desempenho de Jimi Hendrix dependia do vácuo?
FABRICAÇÃO MAIS INTELIGENTE
Imagine uma fábrica onde máquinas inteligentes operam de forma autônoma e transferem dados sem atraso.
Equipe inteligente + smartphone = produto inteligente
Conheça os inovadores por trás da bomba de vácuo de garra seca DZS VSD+.
FERRAMENTAS INTELIGENTES PARA A VIDA MODERNA
Ferramentas industriais transformam o mundo.
ESTRELA da tela
Provavelmente, uma bomba de vácuo seca iXL900R fez sua tela.
O sucesso está nas cartas
Uma solução de serviço orientado a dados que fornece feedback em tempo real.
Aproveitando o potencial MERCADO DE ENERGIA VERDE
O Gerente de Mercado Rasmus Rubycz está pronto para aproveitar novas oportunidades.
O PODER DO ZERO
A torre de iluminação Z3+ é uma inovação com emissão zero, com ruído zero.
O começo de algo grande
Nossa primeira perfuratriz a bateria se destaca.
Aperto para decolagem
Montagem de aviões, a maneira inteligente.
Transformando maçãs em PURÊ DE MAÇÃ
O ar comprimido é necessário em todos os lugares, até mesmo na preparação de comida para bebês.
Quando o trem bate no avião
Quando a o setor ferroviário equilibra custos, velocidade e sustentabilidade melhoram o ar e o mar.
A REVISTA DO GRUPO ATLAS COPCO
QUANDO
O TREM BATE
NO AVIÃO
Um projeto piloto para frete ferroviário entre a instalação de produção de vácuo industrial da Atlas Copco na Alemanha e seu equivalente na China mostra que o transporte ferroviário pode equilibrar custos, velocidade e sustentabilidade melhor do que o frete aéreo e marítimo.
Nossa estratégia de mudar para a ferrovia é impulsionada por necessidades ambientais e de otimização de custos, mas também se baseia nos requisitos do cliente.”
Alexander Irchin Gerente de Logística, Atlas Copco Vacuum Technique
O compromisso da Atlas Copco em crescer da maneira certa sustenta a estratégia de logística verde da divisão Industrial Vacuum do Grupo. Mas sempre existe o desafio de equilibrar entregas rápidas, custos de transporte e impacto ambiental mínimo.
Leybold, um produtor líder de vácuo com sede em Colônia, Alemanha, envia bombas pesadas, pesando mais de 150 quilos, além de peças semiacabadas, como componentes e rotores, para Tianjin, China, para produção e distribuição local. Embora os transportes de carga aérea sejam mais rápidos, em 10 dias ou menos, os volumes crescentes para o Extremo Oriente significam que os aviões se tornaram insustentáveis, como explica Alexander Irchin, gerente de logística da Atlas Copco Vacuum Technique.
“Queríamos deixar de usar o frete aéreo porque o transporte ferroviário é mais econômico. Também estávamos preocupados com os altos níveis de emissões de CO2 produzidos por meio do transporte aéreo.”
Encontrando uma nova maneira
O forte investimento da China no projeto de infraestrutura Belt and Road em toda a Ásia e no porto alemão de Duisburg foi um divisor de águas para as viagens ferroviárias entre a China e a Europa. Leybold, portanto, decidiu fazer um piloto de frete ferroviário.
O "Projeto Farol" começou em meados de 2019, quando 20 carregamentos de contêineres cheios foram enviados por ferrovia a quase 8.000 quilômetros da Alemanha para a China. Em 2020, a Leybold enviou 74 contêineres de carga ferroviária para Xangai e Tianjin. O fluxo é organizado de forma que a carga completa do contêiner vá primeiro para a instalação de produção, onde a equipe descarrega as mercadorias relevantes antes de despachar um caminhão para a companhia de vendas.
Os benefícios dos transportes ferroviários são claros. Nesta rota em particular, o frete ferroviário é 75% mais barato do que o frete aéreo, enquanto as emissões de carbono do trem são 90% mais baixas. Em comparação com o frete marítimo, o trem é 50% mais rápido, já que a distância por ferrovia é de 8.000 quilômetros em comparação com mais de 23.000 quilômetros por oceano.
Securing the load
Durante o piloto, todos os transportes da Leybold foram colocados em embalagens de frete marítimo para evitar a corrosão, enquanto reduzia a quantidade de madeira compensada e eliminava completamente a necessidade de espuma de poliuretano. Os transportes foram monitorados por rastreador GPS e a temperatura, umidade e choques de carga foram medidos. Pode haver flutuações significativas de temperatura e umidade e vibrações de carga, mas nenhum dano significativo foi relatado. Esses dados levaram à decisão de mudar para o transporte ferroviário todas as cargas, exceto as mais pesadas, que ainda transportadas por navios de contêineres.
Quando as distâncias são longas, o tempo de planejamento é importante para garantir que as expectativas do mercado local possam ser atendidas. As estratégias da cadeia de suprimentos com foco no planejamento dos tempos de entrega, abrangendo a fabricação e o transporte, são essenciais para gerenciar o nível certo de estoque para os mercados locais e reabastecimento "just in time".
Outra rota ferroviária Europa-China está operando agora na Edwards, também parte do Grupo Atlas Copco. Seu centro de distribuição em Czech Slavonin começou a enviar produtos para destinos em Xangai e Qingdao, via Polônia. "Também estabelecemos remessas ferroviárias da China para clientes europeus a partir de nosso centro de manufatura em Qingdao", disse Alexander. "Além de economizar tempo e dinheiro, isso também traz uma redução nas emissões de CO2 e, além disso, melhora a satisfação do cliente.”
“Nossa estratégia de mudar para a ferrovia é impulsionada por necessidades ambientais e de otimização de custos, mas também se baseia em um forte foco nos requisitos do cliente. Queríamos estabelecer um método que levasse os produtos até eles sem atrasos indevidos. Também provou ser uma escolha sábia do ponto de vista da flexibilidade. Quando iniciamos este projeto, não tínhamos ideia de que uma pandemia global aconteceria, com restrições logísticas e restrições a seguir. Ao usar meios de transporte alternativos e confiáveis, como o ferroviário, conseguimos manter o fornecimento e o suporte ao cliente em um momento muito desafiador”, conclui Alexander Irchin.
Jiri Polasek Gerente do Centro de Distribuição Europeu, Edwards República Tcheca
Rena An Gerente de planejamento e gerenciamento de pedidos, Leybold China
Alexander Irchin Gerente de Logística, Atlas Copco Vacuum Technique
Siga-nos no:
Fale conosco | Faça o download da edição 2021/2022 | ©Atlas Copco AB